1410

Escrevo porque me ultrapasso. Escrevo pra dissolver a náusea existencial. Pra não explodir. É assim que eu engulo, ou não, a realidade. Escrevo por necessidade fisiológica. Escrever, pra mim, é como ir ao banheiro. É minha forma de sobreviver.

Nenhum comentário: