1377

Eu adoro ganhar dinheiro. Mas é deprimente viver alimentado pela expectativa de poder comprar tal aparelho, tal moto, tal carro. É lamentável ter o orgulho próprio sustentado por coisas. É muita miséria. É muita vaziêz. É muita desinteressância. Cadê as conquistas pessoais? Internas? Intelectuais? Existenciais? Só um idiota não quer dinheiro, mas qual é o valor do dinheiro sem a companhia de pessoas interessantes? E a companhia de pessoas interessantes só é possível se você for uma pessoa interessante. O apego excessivo às coisas coisifica as pessoas. E pessoas coisificadas são tratadas como coisas. Assim, você se tornará uma coisa rodeada de coisas e conseguirá morrer antes do seu corpo. Ser desinteressante é suicídio.

4 comentários:

Junior disse...

É. Tá na hora de imprimir milhares de cópias dessas máximas mesmo. O mundo precisa disso.

Higor emanuel balbino santos disse...

Fantástico

victor servidoni disse...

sensacional!

Anônimo disse...

Show..