1229

A única forma de você suceder na vida é sendo você mesmo. Qualquer outro caminho dará errado.

3 comentários:

Bruna Cordeiro disse...

SIM!



Quem vinga é o Ator não o personagem, né?

patricia lima disse...

Oi Ret!,


concordo com vc. Mas é justamente isso que é o grande problema. Ao mesmo tempo que somos impelidos, por alguns, a sermos nós mesmos. Somos achatados pela maioria que já está adequada ou está em processo de adequação. Ser um cidadão respeitável proporciona vantagens claras, e muitas vezes por conta de posturas e tipos de persolidades sermos quem somos gera problemas de relacionamentos e de perdas enormes, além de muita solidão, pois as pessas colocam vc num lugar e ponto final. É duro, é pauleira. Digo isso de cadeira. Meu estômago está arrebentado. Às vezes me pergunto se vale a pena. O fato é que eu não consigo ser de outro modo.

Bjs.

Obs: Vc acha que o verbo suceder é o mais indicado? Pense bem. Isso não vem de êxito, do vingar, vicejar?

Filipe Ret disse...

Pat, mantenho o suceder. / Acho que ser nós mesmos não "vale a pena" quando estamos insistindo em apenas uma faceta do nosso eu. Vejo o Eu como um ponto. E só consigo enxergar um ponto de modo esférico. Por uma face ou por outra, devemos mesmo - ao meu ver - manter contato com este ponto.