1077

No silêncio da cama, ela me olhou nos olhos e disse: "Você tem um olhar... Um olhar de quem nunca está em paz...".

2 comentários:

Nathália disse...

“E por trás do comentário ela oculta a prepotente resposta que desejava ouvir: você é o motivo de tal inquietação, você é sinônimo de paixão” (rs/ que tola em achar que não seria descoberta) Nathália Rangel:

Filipe Ret disse...

rs!