1071

Há sempre uma pequena chama do mau dentro de um gênio. Um gênio nunca será um benfeitor, um filantropo, um caridoso.

2 comentários:

Nathália disse...

“faço aquilo que visa meu bem e alimenta meu ego, se tomam de meus conhecimentos para uso comum de um povo, que não sejam covardes de reconhecer quando eu não estiver mais junto aos mortais, e assim que meus objetivos sejam alcançados” (em defesa aos cientistas, que no geral não vêem seu nome e obras sendo reconhecidos em vida, todos os homens desejam ser um pouco Deus, ainda que inconscientemente, o gênio deixa isso explicito, pois, tem a capacidade de executar sonhos ocultos)Nathália Rangel.

Filipe Ret disse...

10!