1055

Quando ouso entender a morte, o sentido da minha vida balança e ameaça evaporar. É precisamente a administração do mistério da morte que me sustenta.

Um comentário:

Bruna Cordeiro disse...

Hum... bem pessoal isso!