672

Como Schopenhauer dissera, nossas ações são esquecidas, mas nossas obras são eternas. Complementando-o, afirmo que investir na própria obra é a preocupação mais legítima do homem.

Nenhum comentário: