580

A carência é a mãe do amor.

Nenhum comentário: