500

Sei que na profundeza do teu Eu, onde não permites ninguém chegar, és absolutamente frágil. E é deste teu terreno profundo que minha perversão alimenta-se.

2 comentários:

Cachorrão disse...

Cuidado nessa avaliação... Não se subestima o que não se conhece. As vezes quando uma fragilidade de um ser é atacada a reação é imprevisivel. Se teu intuito é instigar o ser, julgo justo, se não o que lhe digo é cautela neste terreno...

Ret disse...

talvez seja mais pras mulheres mesmo... talvez... rs Valeu, Rafinha! Sangue bom!