481

Na mais razoável das hipóteses, a reza consola piscologicamente o sujeito. A reza não pode mudar o mundo imediatamente, mas muda a forma que enxerga-se o mundo e, conseqüentemente, termina por interferir, de fato, no mundo prático.

Nenhum comentário: