383

Aos 51, com câncer de pulmão por fumo, disse-me: "Não foi o cigarro. Foi a vida. Se você sente prazer fumando, fume e viva". Frisou: "viva".

Nenhum comentário: