226

Foi quando enxerguei um ser vivo, luminoso, onírico, numa margem distante.

Nenhum comentário: